Beleza Receitas Maquiagem Vídeos Look do dia Viagens

Se inscreva no Canal

segunda-feira, novembro 23, 2015

Vamos falar de feminismo?

Depois de umas férias pra colocar a vida em ordem, voltei. E voltei com tudo.

 

Estudei um pouco e cheguei a uma conclusão simples: o que é o feminismo? Resolvi expor aqui minha visão real do que eu li, vivenciei e vivi por ele, o quanto ele foi importante na formação da minha opinião e como mulher-cidadã.

 

61bc98ca99aa38426548377622e22456

 

Percebi nesses dias umas coisas bem engraçadas. A principal era as considerações do que é ou não "aceitável socialmente" no que é passado pra nós, mulheres. Um exemplo clássico e extremamente chulo que usarei: depilação. Por que é aceitável (e até preconceituoso, se assim vermos) um cara peludo e nós mulheres temos que estar depiladas?! Escutei muito a resposta "questão de higiene". Mas pera lá, nas pernas?! Por isso, deixei esse tempo todo meus pêlos crescerem, livres, desengonçados. Simplesmente cansei de raspá-los e me machucar (quem usa lâmina, sabe!) toda santa semana e, veja só, poucos homens ligaram pelo fato de ter pêlos nas pernas! Mulheres quem olhavam com repulsa, algumas comentaram "nossa, se é assim nas pernas, imagina nas outras partes...". Gente, por quê nós mulheres temos que ser tão machistas com nós mesmas!? Nos atacando gratuitamente?! São apenas... pêlos!

 

Continuando meu estudo, eu achei muito ofensivo quando falaram o quanto emagreci e estava linda. Por que somente o "ser magra" é bonito?! Por que se eu tivesse engordado, não teria escutado o quanto eu estava linda?!

E quando mudo a cor do cabelo?! Ou uso um batom diferente!? E quando uso uma roupa mostrando a barriga ou apertada?!

images (4)

Cheguei a conclusão a necessidade do feminismo não é apenas pros homens respeitarem a mulher, e sim as mulheres respeitarem as mulheres!

 

Por que essa necessidade constante de ser sempre melhor que a fulana?! Ou se eu pinto meu cabelo de cor X é pra chamar atenção?!

 

Vou colocar as cartas na mesa de forma simples e clara:

Pinto meu cabelo colorido porque eu GOSTO;

Uso roupa colorida porque eu GOSTO;

Sou tatuada porque eu GOSTO;

Uso roupa assim ou assado porque eu GOSTO;

Eu uso batom dessa cor porque eu GOSTO.

Não, não quero chamar atenção de homem nenhum (até porquê, se eu quisesse, não gastaria 70 reais num batom pra alguém que não sabe diferenciar Ruby Woo de Riri Woo) ou competir com você. Eu sou mulher. Tô do seu lado. Não, não quero pegar seu marido/namorado/amante/ficante porque eu te respeito e respeito a relação de vocês.

 

images (3)

 

Não, eu não acho bonito você dar em cima de caras comprometidos. Isso é falta de respeito. Não comigo, não com a "chifruda" mas sim com a luta!

Aliás, o feminismo não é apenas queimar sutiãs, se masturbar com estátuas religiosas, pichar muros, xingar quem não apóia... Foi o feminismo quem criou a Lei Maria da Penha e, hoje, é um crime hediondo o feminicídio. São as feministas reais que estão em ligação buscando ajuda pras vítimas, independente de sua orientação sexual, raça, cor, credo, sexualidade. Sim, feministas defendem gays, trans, lésbicas também. Feministas defendem as vítimas de racismo. Feministas lutam por um ideal comum: o fim da violência.

 

Me diga, você já precisou da Lei Maria da Penha?! Sabia que ela funciona mesmo?! É uma lei com falhas (como todas as leis) porém, ainda sim, temos alguém que luta à nosso favor! E não, nunca, jamais aceite um homem te agredir, seja fisicamente ou moralmente! Procure ajuda imediatamente! Procure uma feminista, ela sabe o que você passa, passou.

 

7-atrizes-que-interpretaram-marilyn-monroe-nos-cinemas.html

 

Por fim, apenas digo: MULHER, LUTE!

Lute, não abaixe a cabeça nunca. És mulher! Não deixe a sociedade ditar sua moda ou definir a cor de batom você vai usar. Não deixe medirem sua roupa ou palpitar na cor do seu cabelo. Não deixe um homem te agredir e sair impune ou se calar perante à tudo que está passando. Se precisar de força, procure ajuda.

 

Aliás, procure não julgar as feministas. Nem outras mulheres. Antes de julgar, procure instruí-la e trazê-la pro seu lado. Até porque nessa luta, nós, mulheres temos muito ainda que lutar e unidas somos mais fortes!

 

No mais, assistam esse vídeo da Jout Jout Prazer falando sobre relacionamentos abusivos! Procurem ver com carinho e amor, tá?! Escuta com atenção, coração aberto e respira fundo. <3

 

https://www.youtube.com/watch?v=I-3ocjJTPHg

 

Beijos da Rê. <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário